Cerimônia das areias – A Cerimônia, cores e significados

“Como o Cristal é límpido e transparente, assim é o amor verdadeiro contido no coração, puro e inseparável”.

Cerimônia das Areias

Origem: Alguns defendem que a Cerimônia das Areias teve início no Havaí nas cerimônias realizadas na areia – em determinado momento, os noivos pegavam um punhado de areia para os depositar juntos, num único recipiente sobre o altar. Outros defendem a origem como sendo dos nativos dos Estados Unidos, os Apaches que nas cerimônias de casamento, uniam as areias coloridas numa tigela.

A Cerimônia das Areias tornou-se um ritual ecumênico incorporado na cerimônia religiosa, onde, com sua forma clara, participa todos os presentes da cerimônia, por sua beleza, simbologia e significado.

Esta cerimônia pode ainda ser vista como uma dinâmica do casamento. Onde, de forma prática, noivos, pais, padrinhos e convidados vivenciam todos os ensinamentos Bíblicos, compreendendo o real significado e o sentido das Palavras.

“…o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne” (Gn 2:24)

Os noivos misturam suas areias de cores diferentes – apesar de serem seres distintos, diante de Deus serão uma só carne.

O amor é forte e fiel, o casamento é diante de Deus indissolúvel, “Assim como não dá para separar os grãos de areia, que o amor do casal também seja inseparável, indissolúvel”. – “ O que Deus uniu, o homem não separa”.
O recipiente com a areia é guardado pelos noivos como um marco, uma lembrança desta união matrimonial.

Rito Matrimonial e Ritual das Areias

O Casamento Religioso Católico tem o Rito Matrimonial estabelecido e que pouco difere do padrão das cerimônias das outras religiões. Em todas as cerimônias efetua-se a troca das alianças. O momento ideal para a introdução das areias é no final, antes da bênção final ou dos cumprimentos, pois será acompanhada de textos explicativos e que complementará todo o Ritual Matrimonial, levando noivos, pais, padrinhos e convidados a uma emoção maior.

Antes de optar pela Cerimônia das Areias, certifique-se de que o Celebrante escolhido aceita realizar o Rito das Areias.

Desenvolvimento do Ritual das Areias:

Em um determinado momento pré-estabelecido com o Celebrante.

Sobre o altar coloca-se o recipiente de vidro (cristal) que receberá a areia e será guardado como lembrança. Escolher algo que, além de bonito, tenha como ser tampado.

Também sobre o altar, ou sobre uma mesa aparadora à parte, coloca-se os vidros com areia na mesma quantidade de casais de padrinhos e dos pais, e o vidro individual dos noivos.

O celebrante inicia a introdução e os pais entregam os vidros de seus filhos nas mãos de cada um deles – “deixará pai e mãe”.

Inicia-se o procedimento com os pais e padrinhos – acompanhado de textos explicativos, pois cada pote de areia é de uma cor, cada cor tem um significado, um desejo para a vida do casal.

1º- pais da noiva despejam sua areia no pote

2º – pais do noivo (os pais são a representação maior das bênçãos de Deus nesta união)

3º – casais de padrinhos

4ª – vez dos noivos: (eles pronunciam algumas palavras e depositam um pouco de sua areia)

· Ela – “Deus abençoou e guiou o teu caminho até junta-lo ao meu.

· Ele – Deus cuidou da tua vida, separando-a para mim.

Juntos, os noivos jogam o restante de suas areias no recipiente e o Celebrante conclui:

Celebrante – “Assim como não dá para separar os grãos de areia, que o amor do casal também seja inseparável”. Obs.: A participação dos pais e padrinhos é opcional, a cerimônia poderá ser feita somente entre os noivos tendo os pais e padrinhos ainda presente.

Cores e Significados das areias:

O preto – mistério e fantasia, associado a sofisticação e luxo. Significa também dignidade.

O branco – paz, calma, pureza. Significa inocência e pureza.

O Vermelho – é a cor da paixão e do sentimento. Simboliza o amor, o desejo.

O Verde – vigor, juventude, frescor, esperança e calma.

O Amarelo – calor, luz , prosperidade. É também uma cor energética, que transmite otimismo.

O Azul – é a cor do céu, do espírito e do pensamento. Simboliza a lealdade, a fidelidade, a personalidade e sutileza. Simboliza também o ideal e o sonho.

O Castanho – é a cor da Terra. Esta cor significa maturidade, consciência e responsabilidade. Está ainda associada ao conforto, estabilidade, resistência e simplicidade.

O Lilás – significa espiritualidade e intuição.

O Rosa – significa beleza, saúde, sensualidade e também romantismo.

O Dourado – ou cor ouro está simbolicamente associada ao ouro e à riqueza, a algo majestoso.

Fonte: www.casamentos.com.br

 

Nenhum comentário

Escreva uma resposta

(13) 9 9785-6896